terça-feira, 10 de abril de 2007

Bolinhas

• Eu nem acredito que eu desvendei um mistério que me atormentava há anos: o que define em que data será a Páscoa. Mas aí um espertinho vai dizer: simples, a Páscoa é quarenta dias depois do carnaval. Sim, mas o que define, então, quando será o carnaval? Vamos à explicação: o carnaval e a celebração católica de Corpus Christis dependem diretamente da Páscoa e esta será SEMPRE no segundo domingo após a primeira lua cheia do outono (aqui no hemisfério sul - e primavera, no hemisfério norte). Fácil, né? Nossa, se eu tiver um calendário lunar eu posso até saber quando será a Páscoa de, sei lá, 2028! (O pior foi passar tanto tempo remoendo essa curiosidade e a solução estava bem ali, na Wikipédia. Aff!)

• Esses dias me bateu uma saudade de Carmen San Diego. Quem jogava?

• Eu estou torcendo pelo gol mil do Romário mais que qualquer fã dele, mais que qualquer vascaíno, mais que qualquer amante do futebol. Simplesmente porque não suporto mais o assunto. (Tá vendo, eu tinha mesmo que morar numa bolha).

• Se o Fúlvio Stefanini não fosse ator, teria de ser político ou banqueiro (corrupto, naturalmente). Ele é o que há de bom nesse filme "Caixa Dois". (Em minha opinião que, como já se sabe, não vale lá muita coisa).

• Não sei se acontece com vocês. Comigo acontece sempre: quando estou lendo um livro (dos bons) e esse livro não é meu, eu diminuo o ritmo da leitura quando estou chegando ao fim. Tudo para adiar o momento em que terei que me desapegar do livro (olha que coisa!). A primeira vez que isso me aconteceu foi com "O Crime do Padre Amaro" (Eça de Queiroz). Um marco na minha história com a literatura. Tanto que convencionei chamá-lo de meu livro preferido.

• Sabe quando você ressuscita um CD da profundeza do seu armário e não consegue mais parar de ouvir? Tem acontecido comigo e o "Vou ser feliz e já volto" do Paulo Milkos. Acho essa música lindinha, apesar da letra triste:


Sem Amor

Foi você me encontrar assim
Pra ver em mim a dor
Deve ser tão fácil perceber
Que nada em mim restou

Vou sofrer até o fim
Sem amor até o fim

Você vê, mas não pode entender
Por que não aceito
Você diz que eu posso ser feliz
Mas sei que não tem jeito