segunda-feira, 23 de julho de 2007

Aquele de segunda

Um recado para eu mesma:

Você tem todo o direito de ficar estressada no seu trabalho. Pode praguejar contra Deus, o mundo e você mesma. Pode colocar uma lupa nos seus problemas e criar tantos outros. Pode confiar na sua intuição que sempre falha, se preocupar demais com a sua vida e com a dos outros. Pode se deixar abater com calhordice que comanda o país onde você vive, se entupir de guloseimas e passar um dia inteiro (ou talvez dois) sem beber água. A vida é sua e você faz dela o que quiser. Mas depois, minha cara, aceite resignada que você tenha que sair suando frio de uma festa na qual você acabou de chegar, e passar a manhã de domingo num hospital, fazendo exames e suportando o médico que te hostiliza por você ter pavor de agulha.

Um pedido:


Corpo e mente, façam as pazes, por favor!!! Não se meta, coração, você ainda está de castigo.

Uma constatação:

O não-correspondido é terrível. Não interessa de que lado você esteja.

Uma boa notícia:


Em agosto tem show do Teatro Mágico em Belo Horizonte. Yupiiii!