sexta-feira, 20 de julho de 2007

Aquele do dia dos amigos

Então ninguém te disse que a vida seria desse jeito? Seu trabalho é uma piada? Você está sem dinheiro? Sua vida amorosa morre antes mesmo de começar? É como se você estivesse sempre preso na segunda marcha? Bem, esse não foi seu dia, sua semana, seu mês, nem mesmo seu ano, mas...Eu estarei lá por você
quando a chuva começar a cair. Eu estarei lá por você como eu já estive antes. Eu estarei lá por você. Porque você está lá por mim também. Você ainda está na cama às 10h? E o trabalho começou às 8h? você queimou seu café da manhã, até agora as coisas vão indo bem. Sua mãe te avisou que haveria dias assim, mas ela não te avisou quando o mundo te fez cair de joelhos. Ninguém poderia me conhecer. Ninguém poderia me ver.Parece que você é o único que sabe como eu sou. Alguém para encarar o dia comigo, vencer todo o resto comigo. Alguém com quem eu vou sempre rir. Até mesmo no meu pior, eu sou melhor com você, yeah! Eu estarei lá por você. Porque você está lá por mim também.


Tradução de I'll Be There For You (The Rembrandts), tema de abertura da série F.R.I.E.N.D.S

Bizarrice do dia: a dona do restaurante onde eu almocei hoje estava distribuindo trufas para os homens presentes com a seguinte saudação "Feliz Dia do Homem". O melhor era a reação dos agraciados: "Isso existe?". Bem, como eu também acho que isso não existe, fui questioná-la de onde ela havia tirado que hoje é o dia do homem, e ela me disse que ouviu no rádio. Então, expliquei que hoje era o dia do amigo, e que talvez ela tenha confundido. Acho que ela não acreditou em mim e ainda me julgou uma feministinha indignada. Me deu uma trufa para eu ficar quieta. E fiquei mesmo. Tava tão boa.