terça-feira, 17 de março de 2009

Casamento, Michael Jackson e Paquitas

Eu, na porta da igreja, pouco antes da cerimônia de casamento de uma amiga (vide post anterior). Uma menininha de aproximadamente seis anos, que passava pela porta da igreja, me aborda. Se apresenta. Seu nome é Vitória. Me olha de cima até embaixo e então faz a pergunta derradeira:

- Você é casada, moça?
- Não, ainda não.
(Não tinha um espelho, mas me imagino fazendo a maior cara de piedade naquele momento. Afinal de contas, já havia aquele sentimento prévio de todas-as-minhas-amigas-estão-se-casando-menos-eu) (Mentira, eu sei que nem todas estão se casando, mas pensar assim é mais dramático e prazer, meu nome é Fernanda, mas pode me chamar de Drama Queen).
- Nossa, mas você é bem grandinha pra não ter se casado ainda, hein?
- Pois é!
(Cara de piedade de novo).
- Mas não se preocupa não. Você se casa daqui um mês.

Apesar de eu acreditar muito nas crianças e dela ter dito isso com um tom profético nunca antes visto, sei que não existe a menor possibilidade de eu me casar em um mês. Porém, esse tipo de sinal precisa ser lido e decodificado. Quem sabe não é daqui um mês que encontrarei o homem com quem eu venha a me casar. Me deixem acreditar naquilo que me convém!!!!

_________________________

p.s.: Vocês ficaram sabendo que o Michael Jackson tem uma dívida de 400 milhões de dólares? Pois é. Depois disso fiquei até feliz com meu (não) saldo bancário. Ok, eu sei que eu não posso fazer uma série de shows em Londres para levantar rapidamente milhões de dólares.
p.p.s.: quão recriminada eu serei se revelar que um dia desses assisti ao filme Sonho de Verão inteirinho no You Tube? Sim, aquele com as Paquitas, os Paquitos e o (oh God!) Sérgio Mallandro (até sei que Mallandro se escreve com dois "L". Como eu me admiro). Podia ser pior, gente, eu podia ter alugado o filme.