domingo, 28 de junho de 2009

Forgiven, not forgotten




A grande indigestão é o rancor. Não levar desaforo para casa (nem pro trabalho, nem pras festas, nem pra rua, nem pra lugar algum), falar o que pensa e o que sente. Parece meio kamikaze, em determinadas situações, mas é o jeito mais seguro de se evitar uma úlcera, uma gastrite. E é assim que tem sido feito. Mas vejo tudo como se fosse um grande banquete. Você se farta, se lambuza. É um deleite. Mas os revertérios vem depois. Como banquete de comida estragada. Você vomita. A comida, as palavras. Você supera. E você já nem se lembra mais do momento do deleite. Alguns sentimentos bons acabam. Mas os ruins, o mal estar que aquela comida fez, dificilmente será esquecido. Em casos de estômagos extremamente frágeis, nem azias brandas caem no esquecimento. A gente não se lembra disso diariamente, enquanto prova de outros sabores. Mas se, de longe, vem aquele cheiro que te lembre a comida estragada...ânsia de vômito na certa. É como o rancor. Adormecido. Mas sempre ali. Não se trata de opção. Quem opta pelo nojo, pelo mal estar? Mas vem. Ninguém controla o estômago. Nem o coração. E você se olha no espelho e se acha linda. E é nesse momento em que se pergunta: como pôde ter caído naquela lábia indigesta? Por que alguém que usa pochete nunca te apresentou para os amigos? Não era você quem deveria sentir vergonha? Pior é quando a comida que te fez mal é colocada à mesa, e você quase não tem como escapar. É visita. Vai parecer mal educada se não aceitar. Você faz o prato e até tenta. Mas não dá. Se não deu certo uma vez, por que daria agora? A gente muda. Nosso estômago não. A iminência de comer de novo só te faz lembrar outras comidas igualmente insalubres. Por que as pessoas são tão arrogantes? Vontade danada de jogar na cara que as pessoas mais interessantes que conhecemos ainda não tinham formação acadêmica nenhuma. Muito melhor pureza de coração que cargos e títulos. É como ser obrigada a comer um risotto di salmone e mascarpone, sonhando mesmo com um bom bife com batata frita.