domingo, 27 de setembro de 2009

A vida é uma festa


Meu aniversário em alguns momentos:


Sexta-feira, antes de sair de casa, meu coração - que já batia freneticamente - deu uma paradinha (a la bateria de escola de samba), quando recebi essas flores. Que só não são mais lindas e delicadas que as meninas que me enviaram. Sam, que mora no Ceará, e Brunita, que mora em Santa Catarina. Olha, as flores continuam vivíssimas e intactas mas o cartão, probrezinho, ficou todo manchado com gotas de lágrimas. É meio kamikaze ficar se apegando a pessoas que moram tão longe. Mas sempre damos um jeitinho.



São amigos mesmos. Se arriscaram a me ouvir cantar e ainda cantaram junto. Nem vou gastar meu pobre vocabulário agradecendo a presença, os presentes (vale dizer que ganhei todos os itens da minha lista de "produtos aleatórios" - incluindo TRÊS girafas?) e o fato de me aguentarem o ano inteiro, há tanto tempo. Não há nada que eu diga que seja suficiente.

Sábado: 2ª Festa Brega dos Pinhos Setembrinos. Bombou demais. Na foto, eu e meu primo gêmeo (O Gustavo, mencionado no post anterior). A maior tradição dos Pinhos é ser feliz. (Vou colocar só essa foto porque, sabe-se lá quem entra nesse blog. Não posso comprometer minha imagem. As outras estão um pouco, efusivas, digamos assim).



p.s.: Pois então é isso. Deus me colocou na melhor das famílias e ainda me deixou escolher os melhores amigos. Nem sei se mereço tanto...