sábado, 2 de janeiro de 2010

Os dispostos se atraem

O dicionário diz que "clichê" é "palavra ou construção a que se recorre para maior expressividade, mas que já não tem esse efeito em virtude do seu abuso". É fato que os clichês que mais perderam efeito são aqueles da linhagem Carpe Diem. Não deixe escapar as oportunidades, aproveite o dia como se fosse único, não vá se arrepender do que você não fez, a vida é aqui e agora e precisa ser vivida, uma oportunidade perdida pode nunca mais voltar. Axiomas exaustivamente repetidos e, quase nunca, colocados em prática. Afinal, seria lindo poder aproveitar o dia mas e o trabalho? E as contas? E os problemas? E a preguiça? E o medo? E, principalmente, o medo. A maioria esmagadora prefere deixar pra lá do que se arriscar. Graças a Deus eu sou parte da minoria esmagada. Não sei em que momento da minha vida eu aprendi que a melhor forma de viver é mesmo o carpe diem's way of life. Só sei que aprendi. Tenho certeza que me machuco muito mais do que aqueles que ficam "escondidos fazendo fita". Mas também tenho muito mais chances de ser feliz. É como a Mega-Sena. Se você não apostar, não há possibilidade de ganhar. Eu tenho medo também, claro, mas como canta senhor Sérgio Britto: "às vezes é bom fazer, o que tiver medo, porque dizem que Deus ajuda a quem ajuda a si mesmo". Pena é que eu vivo em sociedade e, muitas vezes, não basta apenas a minha boa vontade. É triste ver os outros deixando a vida escapar pelos dedos. Ao menos, eu estou fazendo a minha parte.

Já que eu estou musical hoje, e aproveitando que esse é o primeiro post do ano, queria deixar um vídeo. A música é "Grilos", de Roberto e Erasmo, numa liiiiiiiinda versão do Samuel Rosa e da Marina Machado. Meus desejos de ano novo para quem é muito cheio de grilos.


Grilos

Se você passar
Daquela porta
Você vai ver
Como é
Que são as coisas
Como é
Que estão as coisas
Sei que o mundo pesa
Muitos quilos
Não me leve a mal
Se eu lhe pedir
Para cortar os grilos
Guardar os grilos
Cortar os grilos
Guardar os grilos
Aí então você
Vai se convencer
Que se o mundo pesa
Não vai ser de reza
Que você vai viver
Descanse um pouco
E amanheça aqui comigo
Sou seu amigo
Você vai ver