sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A saudade

A saudade é o sentimento que mais ocupa espaço. Os outros sentimentos, mesmo os mais fortes, como o amor e o ódio, me parecem mais fluidos. Se acomodam em algum lugar entre as nossas vísceras de modo que, às vezes, estando muito concentrado em alguma coisa, você até esquece de sentí-los. A saudade não. Ela é densa, precisa ser carregada e pesa, como pesa. A saudade precisa de atenção. Então ela não se deixa esquecer. Ela dá um jeitinho de aparecer nas músicas, nos cheiros, nos gostos, nos rostos de pessoas estranhas. Mas não se trata apenas de uma tormenta. Se por um lado a saudade é um peso, por outro, é ela mesmo quem nos ajuda a suportar os fardos diários, com dois truques imbatíveis: as lembranças boas e a expectativa do reencontro.







Muitas saudades de muita gente.