domingo, 8 de agosto de 2010

Se minha vida fosse um filme, minha trilha sonora seria:

Eu pensando em alguém com quem estou começando a me envolver:
You give me something - James Morrison
[ouvir aqui]

Eu com raiva de alguém e tramando algum plano:
Sympathy for the devil - Rolling Stones
[ouvir aqui]

Eu sofrendo com saudades de um amor:
Always on my mind - Elvis Presley
(Mas aí tem que ser O Amor, o que vai ficar comigo no fim da história. Porque Elvis não é pra qualquer amorzinho passageiro. Peloamordedeus, até choro só de ouvir. E olha que o tal amor ainda nem existe.)
[ouvir aqui]

Eu casando:
Everlasting love - do U2, mas na versão de Jamie Cullum
(Exato. Como Bridget Jones.)
[ouvir aqui]

Eu chegando linda e glamourosa numa festa:
It ain't over 'til It's over - Lenny Kravitz
(Aceitem. A história é minha, então eu posso querer chegar linda e glamourosa nas festas quantas vezes eu quiser. E, eu sei, a letra não tem nada a ver com a cena, mas eu quero que seja assim.)
[ouvir aqui]

Eu me divertindo com amigos:
Diversão - Titãs
[ouvir aqui]

Eu brincando com minhas crianças:
Sou eu assim sem você - com Claudinho e Buchecha mesmo
[ouvir aqui]

Eu em festas da família Pinho:
Toda forma de amor - Lulu Santos
[ouvir aqui]

Eu em momentos calientes:
Crazy - Aerosmith
[ouvir aqui]

Eu bombando na pista de dança:
Say it right - Nelly Furtado
(Sim. Estou linda e glamourosa nessa cena também. O bom da nossa própria vida é que a gente interpreta, faz a trilha sonora, escreve o roteiro e dirige.)
[ouvir aqui]

Eu em qualquer situação que não se encaixe nos itens acima:
I can see clearly now - Jimmy Cliff
[ouvir aqui]

Só não tem trilha sonora para quando estou trabalhando. Aí é quando eu peço um minuto de silêncio.