quinta-feira, 17 de maio de 2012

Post de bolinhas (sem bolinhas)


Eu sei que eu sumi daqui, mas não desisti de partilhar minhas peripécias andinas com vocês. Sumi um pouco por ter esquecido que tinha um blog (blogar é questão de hábito, um hábito que eu perdi) e um pouco por estar tentanto me adaptar ao frio. Sinto MUITA preguiça no frio e tenho preferido dedicar meu tempo na frente do computador só para trabalhar e falar com a família. 

Como o frio também diminuiu minha capacidade de conexão, hoje vou recorrer aos bons e velhos tópicos:

>> Tenho comprado algumas roupas para o frio, posto que meu visual tropical se tornou totalmente inapropriado. As roupas aqui - desde às de marcas até as de atacadão - são bem mais baratas que no Brasil. Ou seja, se vai vir pro Chile no inverno, compensa mais comprar as roupas aqui do que fazer aqueles tradicionais gastos pré-viagem.

>> Comprei também um Calienta Cama! Sabe aquele colchonete que você coloca em cima da cama e liga na tomada pra esquentar? Então. Delícia demais. Difícil é sair da cama depois.

>> Uma coisa que reparei: aqui em Santiago os uniformes escolares femininos ainda são de saia plissada, gravatinha e meia três quartos. Bonitinho, não?

>> Tô paracendo aquele avô do filme Sexta-Feira Muito Louca (aquele que a Lindsay Lohan troca de corpo com a mãe). Se vibra um celular do meu lado eu agarro no braço mais próximo, achando que é terremoto.

>> O Censo chileno passou por aqui e me computou. O que significa que agora eu existo oficialmente para a nação.

>> Por falar nisso, descobri que preciso ir na imigração contar que eu ainda estou aqui e pretendo continuar. Se for pra ser ilegal, que seja nos States, com direito a coiote e tudo. Ser ilegal no Chile é muito bobo.

>> Continuo cada vez mais fã do pão chileno. Adorei que quando você pede pizza com ovo eles venham fritos e inteiros em cima dela. Tô viciada no alfajor Havanna. Dunkin Donuts é minha rede de comidas preferida dos shoppings daqui. Parei de me pesar.

>> O fim de semana será prolongado aqui. Na segunda-feira, 21 de maio, é feriado. Día de las Glorias Navales. Vamos a la playa ô ô ô ô ô.

>> Mas sigo trabalhando, afinal vivo no calendário brasileiro. E no horário também. Já contei que agora estou uma hora atrás, por conta do horário de inverno?

Volto na semana que vem com fotos do fim de semana em Algarrobo.