sábado, 5 de outubro de 2013

30 fatos aleatórios sobre mim


  1. Odeio ter que andar por uma escada rolante parada.
  2. Durmo com o travesseiro em cima da cabeça.
  3. Não gosto de coisas que confundem meus sentidos. Exemplo: sabonetes com formato de alimentos e brigadeiro em tubinhos de pomada.
  4. Ao contrário de 90% das pessoas da área de comunicação: não sou procrastinadora, não tomo café e nem ouço música enquanto trabalho.
  5. Adoro comida. Pra mim, qualquer programa fora de casa tem que envolver comida pra ter graça.
  6. Faz dois anos que não piso em uma boate e não sinto a menor falta.
  7. Não tenho panela de pressão em casa e ainda não confio na minha capacidade de manusear uma.
  8. Por falar em pressão. Sim, eu quero ter filhos. Mas não me peça uma data.
  9. Perdoo, mas não esqueço (infelizmente).
  10. Nunca leio dois livros ao mesmo tempo.
  11. Quando tenho uma caixa de chocolates posso mantê-la por dias fechada. Se eu não tenho chocolate em casa certamente ficarei fissurada pra comer e terei que sair pra comprar. Ou seja: meu segredo para não comer chocolate é ter chocolate.
  12. Não gosto de sorvete. Às vezes tomo para socializar. Mas nunca passaria em uma sorveteria sozinha.
  13. Doce mata vontade, mas só comidas salgadas matam minha fome.
  14. Odeio suco de caju e abacaxi (e todos os outros sucos que tem essa cor de suco de caju ou abacaxi).
  15. Adoro surpresa, mas odeio suspense.
  16. Me considero uma pessoa de muita sorte e sou muito grata a Deus por tudo.
  17. Um astro de Hollywood que tem o meu amor: Robert Downey Jr.
  18. Tenho sonhos retardatários. Exemplo: depois de alguns dias abalada com a notícia de que o Mark Darcy morre no próximo livro da Bridget Jones, essa noite sonhei com o Colin Firth.
  19. Eu era preconceituosa com nomes. Exemplo: na primeira vez que a prima do Osvaldo falou dele pra mim, pensei: “Osvaldo? Deve ter 137 anos”. Mas aí eu me casei com ele, à época do casamento com 33 anos, e o preconceito acabou.
  20. Três coisas que me fazem falta de Belo Horizonte: Mate Couro, o azul do céu e a solidariedade das pessoas.
  21. Três coisas que eu sempre vou amar de Santiago: os gigantescos dias de verão, os parques da cidade e a vista da Cordilheira depois dos dias de chuva.
  22. Já não consigo mais desenvolver ideias escrevendo à mão.
  23. Tenho vergonha de ler textos antigos meus.
  24. Tenho vergonha que leiam coisas que eu escrevi na minha frente.
  25. Confundo medo com intuição.
  26. Sou superprática. Posso fazer uma mala em cinco minutos e levo precisamente o que vou usar.
  27. Sou apaixonadíssima pelo mar (qualquer um deles) e realmente me sinto diferente quando estou numa praia.
  28. Posso estar com qualquer tipo de problema, a presença de uma criança me deixa imensamente feliz.
  29. Já fiz vários blogs e continuarei fazendo e desfazendo. Meu estilo é: fazer o que estou com vontade, mesmo que isso revele inconstância aos olhos dos outros (vale pra tudo na vida).
  30. Acho que a solução para 70% dos problemas do mundo (os macros e os micros) é a empatia.

* Foto: Osvaldo Castro