domingo, 21 de setembro de 2014

Ainda sobre dois...

Pode parecer que eu e o Osvaldo comemoremos datas demais. É verdade. Até porque, só casamentos foram praticamente três (primeiro o civil no Chile, depois a igreja no Brasil e bem depois o civil aqui no Brasil também).

A gente comemora mesmo. E penso (e sinto) como isso deve ser irritante para quem não se conforma com a felicidade alheia.